Palavras // Poemas

Palavras // Poemas

Palavras // Poemas

Palavras  // Poemas

Amor e poesias // Em Prosa E Versos 

Amor e poesias // Em Prosa E Versos 

Palavras Poemas De Amor

Pequenas Histórias

 

Contando histórias  aqui eu Jorge Soares conto pequenos contos, pequenas histórias nada muito grande que desanime você de ler.

 

Caro visitante grato pela visita Se gostou do que encontrou por favor curta e compartilhe outras pessoas podem também gostar.

“ Tenho carinho por ti sentimento verdadeiro mais por traz deste carinho um amor que guardo em segredo.”

 

 

“ Quem dera padecemos viver uma vida de sonhos e sonhar só com bons momentos, sonhar e só o que podemos.”

 

 

“ Sonhamos com novos tempos de paz e prosperidade, pois os dias que hoje vivemos nada disso nos trazem.”

 

 

“ Quanta saudades deixastes em minha vida quando se foi mais tenho esperanças de que ainda voltas pra mim.”

 

 

“ Desejei tanto conquistar teu coração, envolve lo com amor, mais quando cheguei ate ele só encontrei ingratidão.”

 

 

“Foram dias, foram noites que passei a teu lado cuidando de ti agora que preciso de teus cuidados sou eu e não estais aqui.”

 

 

“ Com carinho e muito amor, amor de irmão lhe digo de coração gosto de mais de você e jamais a faria sofrer.”

 

 

“ Ainda sonho viver dias melhores esquecer o que me afrige que tanto me faz sofrer.”

 

 

“ Tanto sofrimento carrego em meu corpo perdi o prazer de viver não tenho alegria minha vida e sofrer.”

 

 

“ Olhei dentro de teus olhos e neles eu me vi sendo ignorado no meu proposito de ser amado por ti.”

 

 

“ Tantas promessas lhe fiz sem intenção de cumprir hoje aguardo tua promessa mais sei que não vais vim.”

 

 

“ Por razões de outros compromissos não pude lhe ver peço que me desculpe saudades de você.”


 

 

Ricardo discuti com Tereza por ciúmes da jovem mulher companheira de muitos anos de convivência não eram casados mais estavam juntos como marido e mulher.
Ricardo com uma boa diferença de idade passou a ter insegurança em relação a fidelidade da companheira que por sua vez se sentia ofendida, magoada com as atitudes do companheiro.
Tereza era uma mulher simples, não era mulher de luxo de extravagâncias e nem precisava, pois era bela por natureza. Não tenha muita instrução, mais sempre correta nas atitudes decidiu não mais aturar tal situação, juntou suas melhores roupas dentro de uma mala e deixou sua casa precisava de um tempo para aquietar seu coração pra difícil decisão de continuar ou não ao lado de seu companheiro a quem sempre amou.


Ela sabia que Ricardo a amava e que apesar de tudo ele sempre foi um bom marido nunca levantou um dedo sequer contra ela mesmo nos seus momentos de cresses de desconfianças mantinha suas mãos sempre abaixadas ate mesmo quando sua voz a agredia com palavras que a magoavam suas mãos não se levantavam contra ela.
Tudo começou com um comentário de um amigo, um comentário cem intenções maldosas o amigo só queria zoar com Ricardo que levou a serio o comentário do amigo que lhe disse que ele Ricardo estava muito velho para mim que eu parecia uma garotinha e muitos olhares eram direcionados a minha pessoa olhares carregados de pensamentos maliciosos e desejos pervertidos.


Ricardo rompeu a amizade com o amigo e dês de então passou a desconfiar de tudo e todos.
Muito em feliz foi a brincadeira, o ressentimento foi tão grande que afetou nossa vida e o que era felicidade passou a ser um pesadelo conviver com tanta desconfiança de quem sempre confiou.
Tínhamos uma vida divertida e tranquila, frequentávamos os bailes nos fins de semanas onde sempre encontrávamos com um grupo de amigos e juntos vivíamos muitos momentos de felicidade.
Depois deste incidente não nos reunimos mais, não voltamos mais aos bailes não tínhamos mais amigos, pois Ricardo rompeu com todos.


Nossa vida passou a ser eu e ele, sentia falta da vidinha gostosa que tínhamos juntos do nosso grupinho de amigos.
Fora mais de dois meses suportando os ciúmes do marido, sendo vigiada em todos meus movimentos a onde olhava lá estava também os olhos de Ricardo sempre atentos e vigilantes.
Ofendida e humilhada por ter minha dignidade posta em duvidas resolvi partir da um tempo na relação,
Sobre a mesa deixei uma carta e nela citava os motivos que me levara a tomar tal atitude e deixei claro a ele, não estava desistindo da vida que tinha a seu lado só não dava para continuar assim, e que ele precisava assim como eu de um tempo para refletir.


Na carta citei a ele situações que vivemos no inicio do relacionamento quando fui assediada por tantos homens que se encantaram com minha simpática minha maneira de tratar o todos com carinho alguns confundiram na interpretação se sentindo encorajados a se aproximarem com segundas intenções.
Eu tive todas as oportunidades na quele tempo e não seria difícil para mim ter um relacionamento com qual quer um desses meus admiradores, pois eu não sentia nada por você só o estava conhecendo no entanto fui correta fui honesta e quando não consegui me livrar de um admirador persistente recorri a você, quer prova maior que esta de minha honestidade e veja bem eu acabava de lhe conhecer não sentia nenhum sentimento por você.


Hoje lhe digo que lhe amo e mesmo assim você duvida de minha honestidade, pois lhe digo você precisa de um tempo para se curar deste preconceito que se apossou do teu corpo de homem lhe fazendo se sentir menos homem menos capaz de ser para mim o homem que sempre foi e nunca deixou de ser.
Quanta insegurança se perturbar com uma simplex brincadeira de um amigo confiável e que se brincou deste jeito era porque não esperava de você tal reação. Confiava na tua confiança em relação a mim e você nos decepcionou pondo para fora este teu lado tão sem propósito desconfiando do meu amor da minha fidelidade e da amizade de um grande amigo que só queria te zoar.


Não lhe revelei onde pretendia ficar só me despedi dizendo.
Aprenda com minha distancia a novamente a confiar.


Ricardo se sentia infeliz nunca havia experimentado tal sentimento em toda sua vida e nem conseguia entender de onde surgira tal insegurança sempre se sentiu capaz e seguro em relação a seu relacionamento com Tereza.
Sempre tiveram uma vida sexual ativa sempre se entenderam bem em uma união sólida e farta nos deveres e compromissos, não conseguia entender o porquê de tal insegurança.
Fora mais um dia de trabalho seria um dia como todos os outros se não fosse o martelar de seus pensamentos a procurar por uma resposta e o arrependimento sobre o tratamento que vinha dando a sua querida esposa, se sentia envergonhado com todas as atitudes e precisava pedir perdão e se esforçar para não cometer novos deslizes por falta de confiar.


Tinha tudo planejado em sua cabeça levaria umas flores ela gostava de violetas levaria para ela violetas as mais belas violetas e também uma caixa de bombons ela adorava bombons., Tudo estava planejado em sua mente, assim que deixou o trabalho passou na floricultora e comprou um lindo buquê de violetas depois uma caixa de bombons e se pôs a caminho de casa. Caminhava com pressa estava ansioso e saudoso em rever sua amada precisava lhe pedir perdão e lhe prometer jamais voltar a ter duvidas de seu amor por ela e tão pouco de sua honestidade e fidelidade.
Estava feliz quando entrou casa a dentro chamando pelo nome da companheira, coração batia uma batida acelerada era a ansiedade de desfrutar dos momentos de poder ver nos olhos da companheira a felicidade de ter de volta o companheiro arrependido e disposto a se corrigir pedir perdão por todos os momentos de constrangimentos que a fez passar e se comprometer de procurar por todos os amigos e se desculpar.


Por varias vezes chamou pelo nome, Tereza e dela não obtém nenhuma resposta entrou casa a dentro a procurar por ela mais a casa estava vazia sentiu que algo estava errado, um sinal de alerta nunca em sua vida tinha acontecido de chegar a casa e não encontrar a esposa.
Foi direto ao quarto, pois poderia estar dormindo mais a cama estava vazia sobre ela algumas peças de roupas, porta do armário aberta, sentiu suas pernas tremerem e deixou o corpo arriar sobre a cama toda sua alegria dera lugar a uma profunda tristeza, Tereza havia partido fora embora, não suportou o tratamento desumano que ele havia imposto sobre ela.


A ausência da companheira fez com que ele se entrega se ou choro algo que a muito não fazia em sua vida chorar, e ali ficou por mais de horas se lamentando de tudo e odiando a vida se odiando por não ter parado e refletido no tempo certo.
O que fazer como viver sem a presença de Tereza, a onde estará ela.
Depois de muito choro e lamentações Ricardo deixa o quarto em direção a casinha e lá encontra a carta deixada por Tereza.
Emocionado pegou com mãos tremulas a que lá simples folha de papel que poderia conter palavras que poderiam aquietar seu sofrido coração ou o joga a uma profunda depleção.
Depois de ler varias vezes o conteúdo da carta seu coração foi aos pouco se aquietando, pois sentiu no que estava escrito que tinha uma grande chance de ter de volta em sua vida sua amada esposa.


Releu por varias vezes a parte da carta que ela se referia a sua insegurança e se deu conta de quanto foi estúpido, tinha a melhor mulher que um homem podia ter e por uma crise de ciúmes e insegurança estava a um passo de per dela.
Um novo animo, ela iria voltar o amor que ela sentia a traria de volta, sentiu que precisava fazer algo para garantir que não voltaria a se sentir ameaçado pela desconfiança que sentiu ao por em duvida a lealdade da esposa então decidiu procurar ajuda medica.
Procurou pelos amigos um a um e se desculpou, revelou a eles todo seu arrependimento e sua vergonha por tamanha atitude e conseguiu que todos o perdoassem só restava esperar pelo perdão de Tereza.
Os dias foram se passando e a ansiedade se tornando cada vês mais dominante, mais a esperança continuava forte em seu pensamentos, ela vai voltar, estas palavras eram repetidas todo dia a toda hora.
As flores já não existiam, pois o passar do tempo se encarregará de por um fim a toda sua beleza só restaram os cabos como prova de sua existências, os bombons estes sim estavam guardados na geladeira a espera de sua dona que tanto demorava a voltar para casa.
Perdido em pensamentos Ricardo teve sua mente invadida por uma idéia que poderia da certo, um meio de se comunicar com a esposa, lembrou que ela não deixava de assistir certo programa de radio que era levado ao ar todos os dias pela manha, então resolveu escrever uma carta contando toda sua historia e pedindo implorado que ela volte, na carta contando das visitas al medico da reconciliação com os amigos e da imensa falta que ela estava fazendo a sua vida, por fim implorou pela sua volta.


Na manha seguinte ele mesmo foi ate a radio com sua carta na mão esperou ansioso o momento de fazer seu pedido ao locutor que apresentava tal programa.
A ele contou sua historia e por ele foi convidado a falar pessoalmente a falar no ar e fazer seu pedido e assim o fez. Leu pessoalmente sua carta depois abril seu coração declarando a todos que escutavam tal programa o tamanho do amor que sentia por sua Tereza e pediu implorou a ela que o perdoasse e que a esperava em casa para voltar a ser feliz.
Foi um dia de trabalho como todos os outros com uma única diferença, estava feliz, pois tinha o pressentimento de que algo de bom iria acontecer na sua volta para casa.


Um cheirinho gostoso de um perfume conhecido estava por toda a casa o cheiro vinha da cozinha, sobre a mesa estava uma panela fumegante e era dela o tal perfume gostoso uma feijoada que deixava por toda a casa seu perfume delicioso.
Do quarto ouvi ama voz que me chamava, pedia minha presença, eu estava de volta para minha vida.
Tereza sobre a cama me esperava nada vestia a não ser um sorriso de alegria que envolvia todo seu rosto, de braços aberto me convidou a deitar, me desfiz de todas as roupas e me atirei em seus braços para um novo começo um longo beijo selou um novo tempo eu voltava a ser feliz
, no meu ouvido ela falou baixinho, querido o que você esta esperando a comida vai esfriar e eu detesto feijoada fria, sorri para ela e me deixei ser levado pelos braços da nova felicidade que estava de volta pra mim.

 

Jorge Soares
 

 

 

 

gallery/d07c23cc9b3514ab755151371b0538d0

contador de visitas online

Criando Fazendo Arte

Artesanatos

Produtos Criativos um clik e vá a loja