Palavras // Poemas

Palavras // Poemas

Palavras // Poemas

Amor e poesias // Em Prosa E Versos 

Palavras Poemas De Amor

i

Não Saber Escrever Corretamente Não Considero Uma Vergonha Mais Sim Falta De Conhecimento. Ter O Conhecimento E Não Saber O Que Escrever Não Considero Uma Vergonha Mais Sim Falta De Inspiração. // Jorge Soares

 

Presos ao Sofrimentos

Presos ao Sofrimentos

 

 

Peço a palavra por um momento preciso dizer o que sei o que meus olhos já viram, presenciaram por estes corredores de sofrimentos e muita, muita dor.

Peço a palavra consciente de não ser ouvido mais aproveito o momento que se faz necessárias onde pessoas serias se unem em prol da verdade, eu tenho a consciência o conhecimento e o poder de esclarecimento.

Aqui cheguei no passado mãos e pés acorrentados, corpo fragilizado aqui fui torturado e por estes corredores arrastado aqui gritei, chorei, implorei, aqui fui espancado de todas as formas meu sangue foi derramado aqui deixei de viver.

Aqui permaneço ate hoje a espera do momento em que me deixem falar, me recuso a partir cem dizer cem desabafar.

Fui uma das vitimas do preconceito da falta de amor da intolerância e iguinoransia onde poucos determinavam sobre a vida de muitos.

Eu estava bem sempre estive bem, dono de uma situação financeira muito boa não tinha herdeiros diretos, não me casei filho único herdei de meus pais a maior parte do que tinha que não era pouco.

Boêmio não tinha tempo para cuidar dos negócios e toda a papelada necessárias para manter tudo sobre controle.

Generoso fazia uso do que tinha cem a devida preocupação, confiante nos que gerenciavam o que me era de direito, fui traído e roubado fui vitima de minha generosidade, condenado a uma loucura que não possuía paga com o meu próprio dinheiro.
Me vi tirado do meu mundo e jogado a uma situação que me levaria a morte.
Dado como louco e muito perigoso vivia acorrentado tendo meu corpo maltratado tudo foi feito para me levar a verdadeira loucura.

Presenciei a maldade praticada dia a dia contra pessoas inocentes indefesas ouvi seus gritos, gritei com elas quando as torturas eram no meu corpo.

Meus olhos presenciaram toda barbaria cometida por pessoas que se diziam cultas esclarecidas uma corja de covardes.

Foram anos sendo torturado no corpo e na alma tenho tudo registrado em um lugar onde ninguém pode alcançar.

Não tenho mais meu corpo mais continuo sendo torturado prezo a um sentimento de revolta vendo tudo igual, não estou só neste mundo invisível que e o meu inferno e de todas as outras almas que como eu estão prezas a um sentimento que não nos permite deixar este lugar.
Tenho feito de tudo para atingir meus executores estou sempre me encostando neles causando algum tipo de sofrimento a suas matérias mais suas almas só poderei atingir quando ela deixar o corpo.
São dezenas centenas que como eu se escondem nas sombras dos corredores e selas escuras impregnadas pelo eco de tantos gritos de dor.

Aos que roubaram minha vida e me jogaram neste inferno também tenho acompanhado mais com eles meu desejo de vingança não tem força suficiente para castigalos estou só contra eles mais aqui nas sombras destes corredores somos muitos, podemos muito.

Tenho esperado por este tempo onde homens de bem tenha a decisão e mudem os rumos das vidas de todos aqueles que passaram poraquê.
Olhem mais, olhe com os olhos da alma não o do corpo.

Confesso estou cansado e começo a me arrepender da escolha que fiz, mais me cinto prezo a todas as lembranças, estas paredes impregnadas pela força de tantos pensamentos negativos matem a mim e a todos que aqui sucumbiram firmes no desejo de vingança.
Estamos presos embora cem nossos corpos que com a morte deixaram de existi nossos espíritos não consegue libertar nossa alma que matem viva as lembranças dos horrores que contra nossos corpos foram praticados aqui.

Hoje vejo todos vocês caminhando por estes corredores abrindo cada uma das celas, conhecendo a situação de cada um dos irmãos que continuam confinados aos maus tratos um sentimento novo brota como uma se mete que germina um sentimento de justiça de liberdade.
Sinto a revolta em todos os olhares, pois consigo enxergar através dos olhos suas almas
Sinto o desejo grandioso de justiça que vem de seus espíritos e isto me alegra, todos estes sentimentos juntos fazem com que brote em mim um desejo forte de me livrar do passado e de todo o sentimentos negativos a que estou escravizado.

Um novo tempo só seria possível quando todas as paredes forem ao chão e a claridade viva do sol nos iluminar queimar todas as, mas lembranças e nos mostrar o caminho para a renovação.

Estamos todas ate as que ainda não foram tocadas pelo desejo de mudanças.
Não caminhamos na frente para não ter sombras para os olhos de todos mais estamos atrais todas ansiosas por uma decisão que nos liberte.

Tenho muito a dizer mais nada que eu diga fará diferença mesmo que me descem a palavra.
Sinto-me bem pelo pouco que desabafei, me sinto mais leve com menos revolta isto e bom fortaleci o desejo de mudanças de renovação, já não dói tanto ter vivido todos estes flagelos ter sofrido todas as traições as misérias de meu cativeiro as torturas não dói tanto ver meus inimigos usufruindo do que me era por direito.

Me sinto agora depois destas visita confiante no afirmar que a justiça divina puni e que as leis que regem o universo são perfeitas que os sentimentos negativos nada constroem ao contrario nos escraviza.
Quanto tempo perdido eu fui vitima não pratiquei o mal mais me deixei contaminar pelo sentimento de vingança e revoltado o ódio cresceu entorno de mim me escravizando no desejo de vingança. Prezo a todo este negativismo estas paredes não deixavam esquecer me mantendo prezo a todo o inferno que dentro delas sobre a proteção delas eu vivi.

Quanto sofri e fui castigado pela escolha que fiz, por alimentar tanto rancor tanto ódio me sinto renovado, pensei que nunca fosse deixar este lugar esta escuridão mais com a presença de todos e o sentimentos contrários a tudo que estão vendo e sentindo ao andarem pelos corredores toda esta força este peso que transmitimos para vocês os ajudaram na decisão que nos libertara de nosso cativeiro.

Hoje liberto de meu corpo e revendo todo o meu passado mi sinto responsável por tudo que pascei, minha falta de compromisso de responsabilidades foram as portas que deixei abertas para que a cobiça e o sentimentos de maldade dos que de minha vida faziam parte se tornasse reais e me atingisse como aconteceu

Me sinto aliviado mais ainda estarei aqui e espera do momento de libertação este e o preço que tenho que pagar pela escolha que fiz só estarei livre quando estas paredes ruírem e a luz do sol eliminar toda a escuridão, eu tenho me alimentado das sombras só a luz me libertara. Joguem ao chão esta prisão, preciso me libertar.

 

 por jorge Soares 

Caro visitante grato pela visita Se gostou do que encontrou por favor curta e compartilhe outras pessoas podem também gostar.

Palavras  // Poemas

gallery/d07c23cc9b3514ab755151371b0538d0

Amor e poesias // Em Prosa E Versos 

Pequenas Histórias

 

Contando histórias  aqui eu Jorge Soares conto pequenos contos, pequenas histórias nada muito grande que desanime você de ler.

 


contador de visitas online

Criando Fazendo Arte

Artesanatos

Produtos Criativos um clik e vá a loja

“ Tenho carinho por ti sentimento verdadeiro mais por traz deste carinho um amor que guardo em segredo.”

 

 

“ Quem dera padecemos viver uma vida de sonhos e sonhar só com bons momentos, sonhar e só o que podemos.”

 

 

“ Sonhamos com novos tempos de paz e prosperidade, pois os dias que hoje vivemos nada disso nos trazem.”

 

 

“ Quanta saudades deixastes em minha vida quando se foi mais tenho esperanças de que ainda voltas pra mim.”

 

 

“ Desejei tanto conquistar teu coração, envolve lo com amor, mais quando cheguei ate ele só encontrei ingratidão.”

 

 

“Foram dias, foram noites que passei a teu lado cuidando de ti agora que preciso de teus cuidados sou eu e não estais aqui.”

 

 

“ Com carinho e muito amor, amor de irmão lhe digo de coração gosto de mais de você e jamais a faria sofrer.”

 

 

“ Ainda sonho viver dias melhores esquecer o que me afrige que tanto me faz sofrer.”

 

 

“ Tanto sofrimento carrego em meu corpo perdi o prazer de viver não tenho alegria minha vida e sofrer.”

 

 

“ Olhei dentro de teus olhos e neles eu me vi sendo ignorado no meu proposito de ser amado por ti.”

 

 

“ Tantas promessas lhe fiz sem intenção de cumprir hoje aguardo tua promessa mais sei que não vais vim.”

 

 

“ Por razões de outros compromissos não pude lhe ver peço que me desculpe saudades de você.”