Palavras // Poemas

Amor e Poesias // Em Prosa E versos 
gallery/pict01
gallery/pict01
Palavras // Poemas

Amor e poesias // Em Prosa E Versos 

Palavras // Poemas

Poesias

gallery/getattachment[1] (2)

Recordações Ruins

 

Não me sinto à vontade diante de tua presença, as recordações de momentos ruins que vivi a teu lado veem em minha mente e me faz muito mal. Preferia que você nunca mais se fizesse presente mais nem tudo e como queremos e aqui estou eu novamente a sua frente olhando nos teus olhos. Por mim jamais teria contato com você mais temos um filho ê, e por este filho que volto a tua presença.

 

Ate hoje não conseguir entender tão grande mudança a que você sofreu depois de nosso dois anos de casados, ainda tenho por mim que o motivo foi minha gravidez, pois foi a partir do momento em que lhe informei que estava grávida que começarão tua falta de interesse por mim.

 

As mudanças vieram aos pouco mais eu as percebia dia a dia e sofria com a sua indiferença, relevava,pois tinha o conhecimento de que muitos dos homens sofriam grandes mudanças no comportamento durante a gravidez da esposa, minhas esperanças eram de que tudo voltassem ao normal quando nosso filho nasce se.

 

Foram nove longos meses onde dia a dia via tua ausência se tornar mais frequente e sua frieza mais presente.

Me sentia como uma pessoa acometida de uma doença muito grave , suportei o quanto pude esta situação,foram mais um ano de sofrimento, mais como tudo tem um limite o meu chegou ao máximo, a separação.

 

Durante estes oito anos consegui adiar este dia mais meu filho dia a dia se interessava mais e mais em saber do pai e eu não podia tirar dele o direito de conhecer e conviver com o pai. Sim conhecer, pois quando lhe deixei Mauricio tinha apenas nove meses de idade.

Estou de volta a esta cidade onde jamais desejei voltar, pois nada de bom vivi aqui a teu lado.

 

Nosso filho precisava conhecer o pai, precisava lhe conhecer embora tenha uma família espero que tenha um espaço de tempo para dedicar a teu filho, que possas da a ele um pouquinho de seu carinho de pai.

 

Eu não me sinto bem com a tua presença na vida de meu filho, tenho receio que faça com ele o mesmo que fez comigo, que no inicio o trate bem, depois o esqueça o ignore, mais o que fazer diante do pedido de um filho, continuo a não querer nada de ti, nem pra mim e tão pouco pra meu filho de você só quero que seja bom pra um garoto que mesmo sem lhe conhecer já lhe ama tanto. 

 

Jorge Soares