Palavras // Poemas

Amor e Poesias // Em Prosa E versos 
gallery/pict01
gallery/pict01
Palavras // Poemas

Amor e poesias // Em Prosa E Versos 

Palavras // Poemas

https://farm3.staticflickr.com/2380/1719025790_6f2ddca681_b

Uma simples

comparação

 

 

-------Minha vida, minha

vida e como este longo fio

de água a perder de vista,

um infinito que meus olhos não conseguem  enxergar onde em cada  ponto desconhecido uma surpresa esta a me aguardar.

 

Meu mundo e como estas arvores quase sem folhas, sem brilho sem harmonia sem luz ofuscado pelos devaneios de tantas desventuras que me sujeito todos os dias e noites no viver meus momentos.

 

Este céu que transmite e encena contrariedade num tom de austeridade representa em minha vida meus momentos de dificuldades de duvidas e incertezas do que quero ou do que preciso pra me sentir bem quase feliz.

 

Este conjunto de situações que formão esta imagem espalha pelo chão  fragmentos de tantos momentos que a vida se faz  no agir sobre  todos estes elementos suspensos de troncos frondosos e galhos robustos que se tornam fracos e indefesos diante do poder que o tempo tem sobre tudo.

 

Folhas ao chão formão um longo tapete de cor sem vida onde não existe  cor nem vida  somente fragmentos que são sinais de que num tempo passado todas as mortas viviam em seus galhos frondosos verdes e insinuantes quando tocadas pelo leve e forte soprar dos ventos.

O que foi feito de tudo, onde  o tempo esconde cada tom de toda beleza que se faz na natureza que ele o tempo se encarrega de destruir . 

 

Porque se sente no direito de estar acima do meu livre arbítrio e se apossa de meus direitos me tirando o poder de escolher os caminhos que desejo seguir  e me conduz dia a dia  pras sombras que deformam toda bela estrutura do meu ser.

 

Vejo-me dentro deste cenário tão frio e sem vida  diante dos meus olhos que enxergam tantos  fragmentos  que ontem eram momentos do mais puro encantamentos diante dos olhos de todos.

 

Sinto-me assim em relação a vida, corpo cansado, folhas caídas, tronco e galhos fragilizados, pernas troco e braços enfraquecidos, longo caminho de água a perder de vista, tantos momentos de planto, lagrimas e escorrer de minhas vistas, céu sem brilho, sem a luz do sol, minha vida as escuras onde sonho com a felicidade mais só tenho incerteza, pois meus olhos não conseguem enxergar minha própria vida com tanta clareza.

 

A sim retrato diante desta figura, cada ponto declarado, pois são simples pontos que retratam minha vida.

 

Jorge Soares